Michael Phelps ou Mark Spitz?

Um ganhou sete medalhas de ouro, ou outro, oito medalhas. E depois? Querem comparar os dois atletas? Impossível! É a mesma coisa que quererem comparar os actuais carros da F1, cheios de mariquices e ajudas à condução, com os carros do tempo do Niki Lauda.

Compare as seguintes imagens. O Mark Spitz tinha uma verdadeira sardinha por cima dos lábios. Sempre que ele mergulhava, pense na quantidade de água que seria absorvida por aquele tufo capilar. O corpo ficaria mais pesado na cabeça e seria naturalmente puxado para o fundo. Desta forma, o Spitz afundava mais e por isso também demorava mais tempo até conseguir vir à superfície para começar a nadar.

Outro aspecto importante. No tempo do Spitz não existiam desodorizantes. E se houvessem, seria impossível passar um Roll-On naquele sovaco. Estávamos em 1972 e a capilaridade era exibida de forma natural. Imagine agora o peso que ele teria de vencer quando aquelas duas esponjas absorviam 5% da água da piscina. Quando ele nadava mariposa era nítida a máscara de dor que apresentava por causa desse esforço extra. Esse facto poderá ser constatado noutra imagem mais adiante.

Por fim, Spitz usava uma touca de fibras naturais, amiga do ambiente. É claro que também essa touca não seria tão eficiente a repelir água como as actuais em borracha. Naquele tempo, os nadadores gostavam de sentir a água e o cloro. Sentiam-se livres, como os golfinhos. Fatos que repelem a água, sem costuras e fabricados em Paços de Ferreira? Nem pensar. Só mesmo um calçãozinho de gola alta, típico dos anos 70.

mark spitz1

michael phelps 1

Spitz não usava óculos. Era outro objecto que ele dispensava, por achar que isso também lhe retirava a liberdade. Assim, além de ter de fazer um esforço sobre-humano para conseguir elevar os dois ombros, em consequência do peso dos arbustos nos sovacos, ainda tinha de se preocupar em ver se estava alinhado na pista. Há quem afirme que Spitz tenha conseguido desenvolver uma técnica de orientação semelhante à dos morcegos.

Quando se compara a sua técnica com a de Phelps, é fácil perceber que Spitz travava sempre uma luta titânica com a piscina.

mark spitz 2

michael phelps 2

Esta entrada foi publicada em Descontrair, Natação com as etiquetas , . ligação permanente.

2 respostas a Michael Phelps ou Mark Spitz?

  1. Eheheheh.
    Excelente comparação, Bluewater. Em trinta e tal anos, as coisas mudaram muito, oh se mudaram…!

    • 🙂 Fernando, nem consigo imaginar o Michael Phelps a deixar crescer um bigode daqueles. Ele ia logo pensar nos importantes milésimos que poderia perder por causa da grama que tinha sido aumentada no peso. E competir sem óculos é também outra coisa que faz muita confusão. Outros tempos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s