Na diversidade é que está o ganho

corrida_natacao_musculacao

Terminado que está o mês de Agosto, posso dizer que a aposta no Ginásio foi de facto bastante positiva e com resultados evidentes. A piscina já abriu e hoje senti que os treinos no ginásio deram-me, sem dúvida, mais capacidade de resistência e força para nadar. Até Julho, os meus treinos incluiam cerca de 4 sessões semanais de natação, onde em cada uma fazia um total de 1200m durante 30 a 40 minutos, alternando entre 600m costas e 600m livres nuns dias, ou com umas voltas mais rápidas noutros casos. Não é que ficasse de rastos com isso e se houvesse mais tempo disponível até nadaria mais em cada treino. Só que, sentia que também não existia grande evolução para me sentir folgado a ir mais longe.

Hoje foram 1800m (600m costas, 1000m livres e 200m bruços). No fim disso, não fosse estar atrasado para um compromisso e teria feito mais 200m para completar uma bonita marca. Senti que a ‘máquina’ estava a funcionar na perfeição, dispondo de energia para me levar uma meta que antes me parecia difícil de atingir, ou pelo menos, que seria feito com enorme esforço. O ginásio e o trabalho que foi feito nos músculos superiores, mais as corridas na passadeira e o aumento dos troços em alcatrão para 8,3Km. É essa a minha explicação para o sucedido.

Isto é – não sei se a expressão fará sentido – como uma “pescadinha de rabo na boca” em termos desportivos. Antes, sei que foi a natação que me deu resistência para correr mais longe. Mas também sei que a corrida ajudou a aumentar a resistência na natação. Senti que, graças à natação, tinha força para levantar pesos. Mas graças à musculação, senti que ganhei força para nadar mais e sem esforço. O mesmo para a corrida, com os exercícios que fiz no ginásio para as pernas e com a passadeira.

A minha sugestão é que se tente diversificar em relação aos treinos, quer em relação ao tipo (variando a velocidade e as distâncias), quer em relação ao desporto praticado. Do que tenho lido pela Net, sugere-se que após uma corrida longa, o treino seguinte seja moderado, feito correr devagar ou mesmo de natação. Ou seja, a natação em particular pode servir como forma de descontrair os músculos depois de uma corrida ou, para ganhar mais resistência para a próxima corrida. Além também da vantagem de se fazer algo num local imune às condições atmosféricas, já que o calor, frio, chuva ou vento podem muitas vezes desmotivar uma saída para correr na rua.

Esta entrada foi publicada em Corrida, Ginásio, Natação com as etiquetas , , . ligação permanente.

Uma resposta a Na diversidade é que está o ganho

  1. Pingback: Uma evolução (equilibrada?) | Ma Ke Jeto, Mosso on Sports

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s