MUS-CU-LA-ÇÃO

complete-legs

No ponto 9 do artigo “Os erros do corredor popular”, publicado na revista Sport Life de Setembro:

Este é o erro de todos os corredores. Os que começam não fazem nada e 90% dos avançados também não. Fica a saber que sem trabalhar a força corres mais risco de lesão e limitas o teu rendimento na parte decisiva das competições (sobretudo os maratonistas a partir do Km 32-34). O mais triste é que se trata apenas de meia hora duas vezes por semana. É imprecindível trabalhar quadricípetes, adutores, abdutores, gémeos, solear e bicípete femoral. Sempre com pouco peso para poderes fazer muitas repetições e com agilidade. No final, faz 5 sprints de 50 metros com passada longa para fazer a transferência da força para a corrida. Não deves fazer musculação nas últimas semanas antes da corrida, quando já estás a fazer séries de forma mais intensa. Por duas razões, primeiro porque é um trabalho de potência muscular e é antagonista da potência aeróbia, e em segundo lugar porque se fizeres muita musculação perto do “dia D” podes ficar muito cansado de pernas devido à concentração de ácido láctico e de resíduos tóxicos devido ao trabalho de força, o que te trará sensações desconfortáveis durante a corrida.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Corrida, Ginásio, Musculação, Sugestão com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s