22ª Meia Maratona EDP – Inscrições quase esgotadas

MEIA_LISBOA_A3

Hoje, enquanto via o “Bom Dia Portugal” reparei na nota a passar em rodapé: “Meia maratona de Lisboa com as inscrições quase esgotadas … já só restam 1000 inscrições … são esperados 35.000 participantes”. É muita gente. Se pensarmos no peso médio de 70Kg, com que é feito o cálculo de carga dos elevadores, e se todos os participantes estivessem entre os vãos da ponte que está suspensa sobre o rio, seriam 2.450 toneladas a distribuir por todos todos aqueles cabos. Eu estou inscrito e espero lá ir, mas tenho sérias dúvidas se terá sido uma boa ideia. Até à meia maratona de Lisboa, a 4 de Dezembro de 2011, os meus esforços não estavam focados no triatlo. Por isso fazia treinos mais longos a pensar que tinha de correr 21Km. Agora é diferente. No triatlo terei de correr 5Km e creio que não terei vantagens em andar a fazer treinos de 15Km ou 19Km como cheguei a fazer. Pior, tenho um enorme receio que o joelho se chateie por ter de suportar tantos impactos e que decida fazer greve nas vésperas do triatlo de Quarteira, o que seria catastrófico. Depois temos o problema da logística. O planeado é sair do Algarve bem cedo, para estar ali na zona do Pragal pelas 9h. Nós e muitos outros milhares de pessoas a tentar arranjar lugar para estacionar – achamos que é melhor deixar o carro desse lado, do que tentar estacionar perto de Belém e ainda ter de ir apanhar um comboio para a margem Sul. Por fim, avançar para o meio da multidão e fazer figas para que a bexiga se saiba comportar e que não decida fazer uma cena triste. Até poderá ser um evento fantástico, mas neste momento, estou com muitas reservas. Já penso que  melhor era ter-me inscrito na mini maratona e ir fazer companhia à nova atleta cá de casa que se vai estrear numa competição. AH! Todos os conselhos sobre a logística associada a essa prova serão bem-vindos.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Corrida, Provas Desportivas com as etiquetas , . ligação permanente.

9 respostas a 22ª Meia Maratona EDP – Inscrições quase esgotadas

  1. Eu fiquei sempre a dormir em Lisboa e apanhei o comboio, acaba por ser uma solução mais prática. Vindo de sul não sei como será. Importante: Existem entradas diferenciadas para a meia e a mini mas não estão muito bem indicadas, é muito importante estar atento, senão acontece-te como a mim e demoras imenso tempo para começar a correr normalmente (a Ponte toda quase a passo ao lado de velhinhas e carrinhos de bebé): Quanto ao choque com os triatlos, não vejo grande problema, acredito até que te corra melhor do que pensas.

    P.S.: O problema nem será o peso no tabuleiro para distribuir, mas se o pessoal decide bater o pé no chão com a mesma frequência estás tramado 😉

    • 🙂 Num velho filme do Tarzan, lembro-me dele se atirar da ponte em NY e ter mergulhado no rio em grande estilo. Será que poderemos fazer o mesmo se aquilo entrar em ressonância?
      Eu também gostava de já lá estar no Sábado, mas infelizmente, o Gasparzinho tem dado cabo disto tudo. Temos de poupar e já basta o que se vai gastar em gasolina e portagens. Complicado. Vou ter de pensar que aquilo é assim tipo concerto na Zambujeira e que o objectivo é ir andando até ficar perto do palco 🙂

  2. Caro amigo, o melhor conselho que te posso dar é que aproveites muito bem a travessia da ponte, porque é de facto espectacular! Não esperes correr antes da saída do tabuleiro da ponte, corrida a sério só a vais fazer em Alcântara, hehehe!!! Ah, e chega cedo, muito cedo! Se a partida é às 10h00, não esperes chegar à estação do Pragal às 9h00 e conseguir estar na praça das portagens à hora da partida, porque isso não vai acontecer. O mar de gente a descer do viaduto para a praça das portagens é de tal maneira enorme, que nada se mexe! No ano passado, por sinal a minha primeira corrida (a Mini), eram 10h00 e estávamos no viaduto sem conseguir descer para as portagens, mesmo ao lado de malta que ia correr a Meia Maratona e também não conseguia sair dali. Portanto vai preparado e desfruta, sem competição 🙂
    E se quiseres dá uma apitadela, tens o meu email e contacto no site/FB, teria todo o prazer em finalmente nos conhecermos. Abraço

    • José guimarães, com esse comentário já fiquei em estado de choque «mar de gente a descer do viaduto para a praça das portagens»? É que eu fazia ideia de uma coisa larga, ampla, e não algo onde se estivesse tipo lata de sardinhas. Com isto tudo ainda estou a ver que vai ser necessário ir dormir a Lisboa. Senão, para p.e. estar na Praça das Portagens às 8, teriamos de sair do Algarve às 5 ou antes disso, já contando com o tempo para estacionar. Ora, para isto teria de acordar às … 4? Não dá.
      Mais perto do evento eu depois entro em contacto contigo, para marcar um ponto de encontro ali na zona da chegada

  3. Ganfas diz:

    Luís, o José tem razão, fui o ano passado fazer a mini (este ano nem mini nem meia mas isso é outra historia) e os acessos do viaduto para a praça das Portagens são péssimos, existem 2 rampas onde cabem 2 / 3 pessoas lado a lado, um rampa de cada lado da praça das Portagens. Não me recordo a que horas cheguei a estação do pragal o ano passado mas sei que tive quase 1hora em cima do viaduto para conseguir descer e quando cheguei la abaixo só esperei uns 15 minutos pra começar.

    Em relação à separação mini / meia, pelo que me pareceu havia uma zona “central” para a malta da meia, mas onde também estava a entrar muita gente da mini.

    Em relação à travessia aproveita, eu gostei imenso de passar a ponte e ainda por cima estava um excelente dia, a vista sobre Lisboa é fantástica.

    Boa Prova

    • Ganfas, nada de treinos até lá, que te permita estar presente? 😦 Tenta avançar com isso da natação. Espreita os comentários que tens lá várias respostas para a questão que tinhas colocado. «existem 2 rampas onde cabem 2 / 3 pessoas lado a lado, um rampa de cada lado da praça das Portagens»!!! Isso tem ar de coisa claustrofóbica. Vou levar máquina e espero tirar muitas fotos

      • Ganfas diz:

        Tenho estado a treinar mas ainda distâncias pequenas, treinos de 4km e fiz “longo” de 10km no fim de semana. Se calhar até conseguia fazer a meia, mas já estou muito em cima e a inscrição tb já está demasiado cara.

        Ainda não tive oportunidade de ir as piscinas, mas estou a contar começar com a natação na próxima semana.

  4. Lénia diz:

    Oi! Eu participei pela primeira vez nessa 1/2 em ’97 e a última vez em 2005. Das primeiras vezes ainda pude desfrutar da paisagem sem grande stress, mas em 2005 já me senti um pouco enclausurada desde o ponto de partida até Alcântara. Decidi nesse ano que começaria a ir apenas a Cascais… Aborreceu-me o facto de querer correr e não conseguir nos primeiros 5 km. Achei que já deviam ter imposto um limite de inscrições quando começaram a atingir as 20.000 inscrições. Talvez se se tratasse de uma Maratona, tudo bem. Temos tempo até aos 42km…para apanhar uma partida daquelas e mesmo assim tentar alcançar os nossos objectivos pessoais.
    Mas não vou mentir: este ano senti-me tentada a ir novamente, já consciente das dificuldades da partida e km iniciais. Apesar de tudo, aquilo torna-se sempre uma grande festa.
    Relativamente ao triatlo e consequências da 1/2 nos joelhos: na minha opinião, tens uma semana para recuperares, mas se não tens feito kilometragem e fores forçar agora nas últimas 2 semanas, não sei se será sensato arriscar. Agora se tens feito pelo menos treinos de 12-15 km, penso que não estás nada mal.
    Até amanhã!
    P.S. Não te esqueças que temos a 1/2 de Altura, que também é muito boa.

    • Lénia, ainda ontem estive a falar com o meu amigo sobre a meia de Altura. Tu sabes que associado a essa prova existe um “Challenge”?
      «Uma competição muito especial, em três dias (6, 7 e 8 de Abril), em três superfícies (praia, corta-mato e estrada) e três distânciasdiferentes. Os corredores podem escolher
      participar na prova total (as três distâncias), ou apenas numa das três propostas
      07 de Abril Corrida de Corta-Mato – Castro Marim – 16h00 (8 km aproximadamente) – por séries
      08 de Abril Corrida na Praia – Altura – 10h00 (5 km aproximadamente)
      09 de Abril Corrida de Estrada – Altura – Castro Marim – 11h00 (Meia Maratona de Castro Marim)
      »
      Espreita aqui o documento
      O grande senã é a hora. 11h para começar uma meia maratona num Domingo de Páscoa? Para só podermos estar a almoçar lá pelas 14h (com muita sorte)? Isso talvez seja o que me impeça de lá ir. A restante família não estará disposta a estar à espera que eu termine de correr para começarem a almoçar nesse dia 🙂
      Eu tenho feito treinos de 10 a 12Km e fiz um de 15Km há duas semanas. Esta semana estava a pensar fazer mais um ou dois de 15Km, sendo um deles em Quarteira à noite, lá com um grupo de atletas que gosta de correr ao luar 🙂
      E repara, pelo que dizes, nem irei correr 21Km, mas apenas 16Km, já que os primeiros 5Km são a passo ou a trote

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s