O Rei vai nú?

cuar01_armstrong0809

Lance Armstrong não se consegue livrar do fantasma do doping. Há anos que Armstrong se tem defendido de alegações, mas desta vez ele terá de se defender de uma acusação formal feita pela USADA (United States Anti-Doping Agency). Esta agência, numa carta de 15 páginas que enviou para Armstrong, alega que nas amostras de sangue recolhidas durantes as competições em 2009 e 2012 existiam indícios coerentes com a manipulação de sangue, incluindo o uso de eritropoietina ou EPO e/ou transfusões de sangue. Armstrong já reagiu a esta acusação, dizendo que:

I have never doped, and, unlike many of my accusers, I have competed as an endurance athlete for 25 years with with no spike in performance, passed more than 500 drug tests and never failed one (…) Although USADA alleges a wide-ranging conspiracy extended over more than 16 years, I am the only athlete it has chosen to charge. These are the very same charges and the same witnesses that the Justice Department chose not to pursue after a two-year investigation. These charges are baseless, motivated by spite and advanced through testimony bought and paid for by promises of anonymity and immunity.

Se Armstrong negar estas acusações, como se espera que fará, o processo seguirá para tribunal, onde ele terá de se defender num julgamento. Tudo não passa ainda de acusações, mas as mesmas já tiveram um efeito demolidor na carreira desportiva de Armstrong: ele que em 2011 tinha voltado a competir no triatlo, afirmando-se neste momento como um sério candidato à vitória em Kailua-Kona (o sonho de qualquer triatleta de longa distância), foi agora obrigado pela World Triathlon Corporation a afastar-se das competições enquanto o processo não ficar encerrado.

Infelizmente, no próximo dia 24 de Junho, em Nice, o David Caldeirão não vai poder competir junto de uma das maiores lendas do ciclismo e um dos maiores atletas da história do desporto.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Ciclismo, Personalidades, Triatlo com as etiquetas , , . ligação permanente.

4 respostas a O Rei vai nú?

  1. Joao rita diz:

    “There is therefore no ban yet. Armstrong is free to compete in triathlon, or cycling, for that matter, assuming the race organizer will allow him into its race. And there’s the rub.”

    http://www.slowtwitch.com/News/Ban_What_Ban__2850.html

    http://www.estremoztriatlo.blogspot.pt/

    • João, «assuming the race organizer will allow him into its race». E se depois ele perde em tribunal? Vão dizer que o deixaram correr mesmo sabendo que tinha um processo pendente, talvez apenas para ganhar com a publicidade que ele gere. Não é fácil decidir

  2. Joao rita diz:

    Para ele perder em tribunal,todos os Virenques, Laurents Franceses teriam q sentar o cu no banco do tribunal…
    É ele o Contador !!!!
    Já reparaste q isto só aparece quando o homem vai correr em França
    http://www.estremoztriatlo.blogspot.pt/
    Responder

  3. Three doctors charged in Armstrong doping case: “It is no longer enough to stop at the athlete, but instead authorities are now seeking to investigate further and root out the doctors, support staff and drug dealers who make doping possible.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s