Barritas aprovadas

IMG_1404

A receita original foi tirada deste artigo do José Guimarães, que mostrava como fazer “Brigadeiros Energéticos”: “Esta é uma receita destinada a quem faz treinos prolongados e costuma levar consigo as típicas saquetas de gel energético ou barrinhas energéticas. Como sabemos, estes suplementos energéticos são essenciais para manter os níveis de energia estáveis, enquanto sofremos o desgaste normal em treinos de 1 hora, 2 horas ou mais. No entanto, dado o nível de “artificialidade” dos mesmos, esta receita pretende ser uma alternativa saudável, feita com ingredientes 100% naturais.”

As minhas barritas levaram isto:

– 1 chávena de amêndoas;

– 1 chávena de figos secos;

– 2 colheres de sopa de Cacau em Pó  – Magro;

– 1 dose de mel;

– 1 pitada de canela;

A preparação resume-se a isto: ir colocando os ingredientes na Bimby e ir moendo até ficar uma massa homogénea. Depois coloca-se a massa em cima de uma folha de papel vegetal e vai-se achatando e moldando até se ficar com uma barra com uma espessura de cerca de 1cm (a gosto do freguês). De seguida polvilham-se ambos os lados com Coco Ralado e corta-se a barra em pequenas doses e embrulham-se em papel aderente ou alumínio (ainda não decidi a melhor solução, mas o papel de alumínio é mais fácil de abrir em cima de uma bicicleta em andamento). Por fim guarda-se tudo no frigorífico.

Muito fácil fazer. Faltava apenas provar durante um treino, coisa que sucedeu ontem na sequência de um treino de 2h de ciclismo seguido de 45min de corrida. A análise é esta:

Consistência: no ponto. Nem demasiado mole que se desfaça ao segurar ou se cole nos dedos, nem demasiado dura que dificulte a sua mastigação;

Sabor: Um pouco amargo, do cacau. Agora tudo dependo do gosto do freguês. Eu bebo o café sem açucar, por isso já estou habituado ao sabor amargo. Além disso, depois de 1h a beber bebida isotónica, doce, com sabor a frutos tropicais, nada melhor que uma coisa amarga para cortar o sabor. Quem achar que deve ficar mais doce, a solução passa por aumentar a dose de mel ou acrescentar “açúcar do côco” como sugere o José Guimarães na sua receita original.

Foram duas barritas que souberam lindamente e que não causaram qualquer transtorno durante a realização do resto do treino. Aprovadas!

Esta entrada foi publicada em Alimentos, Nutricionismo, Sugestão com as etiquetas , , . ligação permanente.

2 respostas a Barritas aprovadas

  1. Interessante… Tenho que experimentar.

  2. Pingback: De Sedentário a Maratonista Quais os melhores alimentos para antes do exercício? » De Sedentário a Maratonista

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s