Como fazer uma maratona – 1º passo

Sem pensar muito mais no assunto, abrir o site do evento, procurar o link relativo à inscrição, preencher os dados, pagar, inspirar fundo e … fazer clique para concluir a operação.

INSCRICAO MARATONA SEVILHA

Esta entrada foi publicada em Corrida, Maratona com as etiquetas , . ligação permanente.

27 respostas a Como fazer uma maratona – 1º passo

  1. Ganfas diz:

    Muito bem Luís, grande desafio. boa sorte nesses treinos

    Abraço

  2. LUIS VIEGAS diz:

    Este ano antes do Iberman chegas aos 75Kg

  3. Tigas diz:

    O 1º passo está dado. Agora faltam mais uns quantos para cortares a meta dos 42,195km no dia 23 de Fevereiro.
    Abraço e bons treinos.

  4. Companheiro
    o primeiro de muitos passos que te levarão a cortar a linha de chegada, uma maratona que já era mesmo muito boa mas que no ano passado com a alteração introduzida no percurso a tornou excelente.
    Conto lá estar na minha 5ª vez em Sevilha.
    Abraço e bons treinos.
    António Almeida

  5. Anónimo diz:

    25% ja está , falta agora os outros 75% ( natação + ciclismo)

  6. Anónimo diz:

    forca luis :0

  7. Que bom! E logo Sevilha!!
    Bons treinos! Força!

  8. LUIS VIEGAS diz:

    Com a inscrição na Maratona de Sevilha.
    Iberman de longa distancia 2014 em perspectiva?
    Não há quem te pare Leão.
    Quem diria há cinco anos atrás.

  9. Olá Luis,
    Domingo vai ser a minha primeira maratona, espero eu.
    Boa sorte na preparação pois também é necessário.
    Abraço
    Manuel Nunes

    • Obrigado Manuel. Esse pormenor da sorte é outro ponto importante a ter em conta. É que, por mais que se siga o que está no ‘manual’, por mais que se faça tudo como ditam as regras, nunca se está livre de uma lesão. E quanto mais horas de treino, maior o risco.
      Força para a conquista desse objectivo!

  10. Anónimo diz:

    Gostava de ter a coragem de me lançar na maratona mas ainda me falta “qualquer coisinha” para dar esse salto. Tenho que esticar mais um bocado os treinos para lá conseguir chegar. Ainda agora fiz a meia da Vasco da Gama e depois de meses a treinar apanhei uma gripe cinco dias antes da prova. Mesmo assim fi-la, mas com muito sofrimento e com um tempo final miserável. Não há justiça neste mundo. Por estas e por outras desejo-te sorte para a maratona, porque também é necessário que ela te acompanhe, não são só os treinos.

    • Obrigado. O senão, um dos muitos “senão” das provas longas é que o tempo de preparação é também proposcional à sua dimensão. Isto quer dizer que são longas semanas de preparação para um único evento, onde por azar, nesse preciso dia, algo negativo pode bater à porta, seja uma constipação ou uma indisposição. Quando falamos de provas de 10Km, que no caso de Lisboa há quase uma por semana, quando se falha uma, vai-se à seguinte que é logo a seguir. Mas no caso da maratona, quando se falha uma por causa de um azar, a vontade de avançar para outra não deve, julgo eu, surgir com facilidade.
      Vamos lá ver. Para já, em treino, estou a correr 21Km a ritmo de 5:00min/Km como se andasse a fazer treinos de distâncias mais curtas que 10Km, no que diz respeito a folga física no final. Lá para Dezembro é que vou ver como será quando a distância aumentar para 25, 30, e finalmente, 34Km 😉

      • Olá Luis,
        Se estás folgado nos 21 é muito bom sinal para abordar as distancias mais longas, e a um ritmo 5min/Kms então é excelente.
        Eu andei a treinar para 5:23, no ultimo treino. (o de 35kms) já fiz em 5:40. No domingo acabei com 5:50/km, claro que isto não quer dizer nada pois todos temos capacidades físicas muito diferentes e o mais importante é sentir como é que o teu corpo está a reagir ao ritmo e á distancia. Se fizeres 35 a esse ritmo, sem quebras, deve estar tudo preparado para um excelente tempo, só é preciso ter cuidado pois a verdadeira maratona começa depois dos 30, no domingo vi muita gente estendida na estrada que ia á minha frente que por causa das cãibras tiveram que desistir. Esta coisa de desistir ao km 40 deve dar com uma pessoa em doida, mas por vezes ritmos mal calculados e muitos outros fatores que não conseguimos controlar nem prever ditam a nossa desistência.
        Eu aos 28 comecei lentamente a abrandar o ritmo sem que tivesse vontade disso, portanto foram 14kms sensivelmente a penar por retas que nunca mais acabavam e com um calor enorme. Valeu os abastecimentos e a nossa força de vontade para fazer a diferença.
        Pelo que relatas fica a ideia que vais conseguir acabar a maratona.
        Bons treinos e força nesse objectivo.

        Manuel Nunes

      • Por incrível que pareça – ou melhor, não é milagre, basta treinar para isso – este Domingo, nesse treino, eu bati o meu recorde na meia maratona, que estava em 01:53. Naquele treino e com a pulsação quase sempre em Z3, eu fiz 01:50. Mas isto é um plano de treinos que estou a seguir, onde eu espero vir a consiguir fazer a meia maratona abaixo de 01:45. A prova de fogo será a 10 de Novembro, nas X Milhas (17.300m) onde espero vir a fazer um tempo abaixo de 01:25. Depois, talvez tente fazer a 15 de Dezembro a célebre meia maratona de Los Palácios.
        Mas no que toca à maratona, a minha ambição é muito humilde. Primeiro, acima de tudo, chegar ao fim. Sobretudo esperar que o corpo não me atraiçoe nos Kms finais. Este Sábado estive a acompanhar amigos que foram fazer o Iberman, uma prova de triatlo na distância Ironman onde também têm de correr 42Km, depois de terem nadado 3.8Km e pedalado 180Km. Muitos que eu sabia terem uma excelente preparação, acabaram em enorme sofrimento. Quando maior a prova, maior a incerteza como a forma que o corpo irá reagir e suportar o esforço. No meu caso, eu vou tentar apontar para um ritmo de corrida que ronde os 5:45min/Km e, se houver possibilidade, tentar baixar para 5:30min/Km. Mas não menos que isso. Ali, em Sevilha, pelo menos o calor não será problema. Quanto muito, será um frio de gelar 😉

  11. Se vai estar fresco vai estar bom para correr. Ja tinha pensado na possibilidade de ir a Sevilha, mas primeiro queria fazer uma na nossa terra.
    Só para teres uma ideia, tenho um tempo aos 10k de 45:23, meia maratona em 1:44:58 e agora a maratona em 4H5M. As projecções de tempo que eu fiz também davam tempo da ordem de 3H30M na maratona mas continuo a pensar que eles estão loucos.
    Se estás a pensar num ritmo de 5:30 a 5:45 e se dizes que chegas aos 21 sem dificuldades, parece-me que não vais ter problemas se fores nas calmas como aconteceu comigo.
    Abraço
    Manuel Nunes

    • Obrigado Manuel. Se puderes ir dando dicas agradeço, pois todas as experiências e sugestões são bem-vindas

      • Ok, vou passando por aqui e vou tentar fazer uns comentários construtivos. Se quiseres perde um bocado a ver o meu percurso de treinos, mais os últimos 3 meses para teres uma ideia e fazer comparações com o teu, simplesmente isso, já algumas vezes fui ler coisas que escrevi em agosto e em setembro e agora já fazia as coisas de outra maneira., faltaram-me uns treinos de séries, por exemplo.
        Tu penso que não seja esse o problema pois também fazes natação e deves ter de certeza a parte abdominal bem trabalhada que por sinal faz uma grande diferença na corrida pois equilibra todo o organismo e cria estabilidade. Eu fiz alguns exercícios de ginásio mas o tempo não dá para tudo e por vezes também não dava para dedicar todo o tempo que queria, também existe a família.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s