Diário de uma Tendinite

111-674x421

Um texto que serve para fazer um ponto de situação da minha tendinite. Sobretudo para dar uma ordem de grandeza do tempo de paragem que pode estar associado a uma lesão deste tipo. É claro que também saliento que cada caso é um caso.

  • 5 Nov – Início da Lesão. Dor que surgiu a meio do treino e que se manteve até ao fim, sem ser incapacitante. Mais tarde, à apalpação, era evidente o aumento de temperatura e algum inchaço na zona em causa
  • 6 Nov – Consulta de Ortopedia, diagnóstico de rotura
  • 7 Nov – Consulta de Fisioterapia, diagnóstico de inflamação
  • 12 Nov – Ecografia, diagnóstico de Tendinite
  • 16 Nov – Tentativa de correr 30min. Surgiu dor ao fim de 10min e manteve-se até ao final
  • 21 Nov – Início da Fisioterapia, 10 sessões: Ultra-sons; Massagem; Alongamentos; Gelo
  • 24 Nov – Marcha Benafim/Rocha Alta. Queixas no final
  • 25 Nov – Massagem na Fisioterapia com muita dor. Grande melhoria no dia seguinte
  • 1 Dez – Treino de ciclismo de 70km, com posterior forte dor nos gémeos da perna que tem a tendinite, fazendo crer que pudesse ser rotura
  • 4 Dez – Fim da Fisioterapia
  • 5 Dez – Avaliação da lesão com constatação de continuação de algumas queixas no local da tendinite e marcação de mais 5 sessões de Fisioterapia
  • 9 Dez – Reinício da Fisioterapia
  • 12 Dez – Ao fim de 4 sessões, finalmente a sensação que a perna possa estar em condições mínimas para se voltar tentar a correr

Ou seja, desde o início da lesão – não contando com a tentativa frustrada de correr que fiz a 16 de Novembro, a qual só serviu para piorar a recuperação – já vou quase com mês e meio de paragem. E nada me diz que isto esteja solucionado. Este fim-de-semana vou tentar fazer um pouco de corrida e 2ª Feira volto à Fisioterapia para avaliar o estado e fazer uma última sessão deste pacote que foi aprovado.

As minhas lesões são sempre tipo Duracel, e duram, duram, duram …

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Corrida, Fisioterapia, Lesão com as etiquetas , , . ligação permanente.

4 respostas a Diário de uma Tendinite

  1. LUIS VIEGAS diz:

    Amigo Luis disse-te no dia 6 de Novembro que isso era lesão para 3 semanas publicaste que isso era coisa de uma semana.
    Realmente era coisa de três semanas se não inventasses com corridas e marchas.
    Só poderias que já não era mau andar de bici e nadar mas não sabemos fazer só o que nos dizem ainda queremos a acrescentar alguma coisa.
    Mas só com os erros há que se aprende.

  2. João Lima diz:

    Força e tudo a correr pelo melhor!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s