A semana que passou … 06.01.2014 – 12.01.2014

2ª Feira Corrida (Garmin) – Mais uma tentativa de regressar à corrida, feita 15 dias após a última tentativa. Pelo meio houve uma gasteroenterite que me deixou completamente de rastos. Faltam pernas e até falta pulmão, por isso, ao fim de apenas 15min já estava cansado. Consegui fazer os 30min que me tinha comprometido fazer e no final, o tornozelo tinha apenas uma ligeira picada. Pouco relevante face à má forma em que estou, fica a nota que deu ritmo médio de 5:36 min/km e RCM 150 bpm. Vou descansar um dia para depois voltar a tentar correr mais 30min. Uma tentativa de cada vez
3ª Feira Natação – 500m L + 300m L c/ Pull Buoy + 200m Pernas Barb. + 100m C + 100m B + 3 x 100m L @1:50 r30” + 300m L c/ Palas e Pull Buoy + 200m (25 B, 25 L). Total: 2000m.
4ª Feira Corrida (Garmin) – Mais um treino neste lento processo de regresso às corridas. A segunda vez que corri esta semana, mais 5min que da última vez. Pelo menos tenho terminado sem dor no tornozelo. Já o pulso, é frustrante ver que para um ritmo ‘lento’ fica tão alto como quando eu fazia séries a 4:30. Custa muito recordar a boa forma que já tivémos e o esforço enorme que se tem de fazer quando se recomeça a correr. Enfim. Foi uma corrida onde fiz 6.5km a ritmo médio de 5:24min/km com RCM de 156bpm. Um treino de cada vez
5ª Feira Natação – 500m L + 300m L c/ Pull Buoy + 200m Pernas Barb. + 300m C + 4 x 100m L @1:50 s2:30 + 3 x 200m L c/ Palas e Pull Buoy (50 resp. 3, 50 resp. 5) + 200m (25 B, 25 L). Total: 2500m.
6ª Feira Corrida (Garmin) – Treino no evento “Corridas à 6ª Feira”. Aventurei-me a fazer 8km e correu tudo bem, sem queixas no final. O ritmo médio foi bem lento, de 6:18 min/km, tendo feito RCM de 141bpm, o ideal para quem está a regressar à corrida, onde todos os exageros são de evitar. Uma noite excelente para correr, em óptima companhia
Sábado Ciclismo (Garmin) – O regresso à estrada com mais 3 amigos do triatlo. Treino a ritmo lento, com média de 25.8 km/h e RCM de 138 bpm. O senão é que houve direito a trambolhão. Distraí-me a olhar para o lado, bati com a roda no que estava à minha frente e … CATRAPUM! Impossível evitar. Felizmente que era uma subida e a velocidade era lenta. Resultado: joelho e nariz esfolado, óculos do LIDL para o lixo. Aliás, os óculos é que evitaram que os estragos fossem maiores na cara. Ossos do ofício
Domingo Ciclismo (Garmin) – Depois do trambolhão no dia anterior e ter ficado com dor no joelho e no braço, o melhor a fazer era … insistir. Foram 40km a rolar ao longo da EN125, com velocidade média de 28.1 km/h e RCM de 144 bpm. Tempo fantástico para pedalar, com 16ºC e vento com apenas 5 km/h de Sul.
.
Corrida (Garmin) – Corrida de 30min imediatamente a seguir ao treino de ciclismo. A média já está a melhorar, tendo conseguido manter o passo perto dos 5:00min/km com a pulsação perfeitamente controlada. No final deu ritmo médio de 5:13 min/km e RCM de 154 bpm. Uma corrida que soube muito bem, tendo em conta que já tinha 40km nas pernas do ciclismo.
 

Distância (Km)

Volume (h)

Natação

4.5

1:50:00

Ciclismo

101

3:50:00

Corrida

25

2:20:00

   

8:00:00

Valores no final da semana, medidos a 13.01.2014, 2ª Feira manhã

Peso : 79.0kg / Gordura Corporal: 21.8%

Um bom regresso aos treinos. E por incrível que pareça, deve ter sido uma das semanas mais equilibradas que já fiz em termos de distribuição das cargas de treino pelos 3 segmentos. A corrida tem sido sempre feita com muito receio, a tentar perceber se a ‘impressão’ no tornozelo é desprezível ou se pode evoluir para dor. Até agora consegui encaixar 4 treinos de corrida sem que surgisse dor, por isso, tudo indica que esteja no bom caminho. No Sábado houve treino de ciclismo na companhia de 3 Ironman. Boa disposição, tudo a andar sem puxar muito, tudo impecável, até que, numa subida – e felizmente que foi numa subida, pois a velocidade rondaria os 12km/h – distraí-me a olhar para lado, o suficiente para que a roda da frente batesse no ciclista à minha frente e me fizesse perder o controlo … CATRAPUM! Primeiro bati com o joelho esquerdo no chão e de seguida fui com a cara ao chão, o que me valeu um nariz todo arranhado. Por sorte, os óculos do LIDL absorveram o raspanço no alcatrão e impediram maiores estragos na cara. Ninguém diria que aquela velocidade poderia haver tantos estragos mas, dias depois desse acidente, eu só questiono como é que não parti nada. Por uns segundos esqueci-me que é preciso o máximo de atenção quando pedalamos em grupo, o suficiente para ter arranjado uma chatice que podia ter tido consequências mais graves. Além do orgulho ferido, somou-se um joelho ferido, um nariz todo arranhado e um braço com um jeito, a limitar alguns movimentos. Fixe! E no Domingo, que tinha planeado ir espreitar as piscinas de Faro, acabei por fazer uma alteração de planos: entre uma dor forte no joelho e um braço a limitar certos movimentos, fui pedalar em vez de nadar, para depois encerrar com um corrida de 30min. A parte melhor é que fiz isto tudo e senti-me muito bem. Foi uma boa semana. No final, o mesmo peso. Se não emagrecer mais, pelo menos que se mantenha naquele valor, que já seria muito bom.

Esta entrada foi publicada em Treino com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s