O Tempo e o que fazemos dele

Um fim de semana tem 48h. Alguém que acorde às 8:00 e se deite às 24:00, terá um total de 32h para preencher com aquilo que lhe apetecer – ver televisão p.e. – ou for necessário – limpar a casa, p.e.

Este fim de semana fiz dois treinos de ciclismo e um de corrida, coisas que me ocuparam durante cerca de 7h35min

Sobraram assim 24h25min para preencher com outras coisas para além treinar.

Foram 7h35min em modo solitário, onde o tempo passa contigo a olhar para o Garmin preso ao guiador, a olhar para a estrada, a desviar dos buracos, a soltar palavrões aos que se metem à estrada com total desprezo pela tua aproximação – para não falar dos que fazem tangentes – para voltar a olhar para o Garmin, para a estrada, desviar dos buracos … não é fácil. Por vezes vêm as dúvidas sobre o que estamos a fazer ali, se vale a pena. Mas rapidamente nos lembramos dos benefícios da pratica do exercício físico, em primeiro, e do objectivo de realizar uma marca ou conquista numa competição, em segundo. Isso, costuma ser suficiente para dissipar todas as dúvidas, ou mesmo aliviar o desconforto nas nádegas por estar tanto tempo em cima de um selim.

Hoje, no Ameixial, estavam 11ºC. E só perto das 12:00, quando o sol apareceu, é que a temperatura se dignou a subir dos 20ºC. Por isso, a 10 de Junho, ainda será válido dizer:

Winter Miles, Summer Smiles

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Ciclismo, Corrida, Tempo, Treino. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s